quarta-feira, 11 de maio de 2016

Insone

Temo
Por estas correntes
Solúveis 
Ao teu toque

Porque as horas
Em que te prendes
Fizeram de ti
Jazigo

E os meus silêncios 
Despertaram 
O soluço disforme
De quem engasga
Com a vida

Lis 11/05/2016